O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, afirmou hoje que o presidente Hugo Chávez não honra o espírito de liberdade da independência da Venezuela, e felicitou a comemoração da emancipação do país da Espanha, lembrada hoje.

“Infelizmente, o líder da Venezuela falhou em honrar o espírito de liberdade com o qual a Venezuela foi estabelecida. Hugo Chávez promove ideias na Venezuela e na América Latina que são opostas à liberdade, impedem a prosperidade e expandem a tirania”, afirmou o candidato, em comunicado.

Romney enviou uma saudação aos venezuelanos pelo feriado da emancipação e disse que a comunidade do país sul-americano “contribuiu imensamente à cultura dos Estados Unidos”. Ele também fez referência à eleição presidencial de outubro, em que Chávez tenta a reeleição contra Henrique Capriles.

“Reafirmamos aos venezuelanos a promessa de defender a democracia e continuar unidos com eles e outros que defendem os direitos de seus compatriotas”.

Hillary

A declaração é feita na mesma semana em que os Estados Unidos lembraram a independência, na última quarta.

Nesta semana, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, aproveitou para saudar a Venezuela e lembrar a importância das eleições, pedindo que seja feito “um pleito livre como a melhor forma de lembrar seus fundadores”.

A declaração oficial de independência venezuelana foi feita em 5 de julho de 1811, um ano após sete antigas Províncias do país se organizarem na Primeira Junta de Governo Autônomo de Caracas, em 19 de abril de 1810.