O chanceler francês, Bernard Kouchner, teve um encontro na segunda-feira (28) em Bogotá com o presidente colombiano Álvaro Uribe, a quem, segundo a imprensa, entregou uma carta pessoal do presidente da França, Nicolas Sarkozy, com os quatro pontos do plano francês para a libertação de Ingrid Betancourt e de outros reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Ao contrário da primeira intervenção diplomática da França, realizada entre o fim de março e o início de abril deste ano, amplamente acompanhada pela mídia, dessa vez o governo francês escolheu seguir uma estratégia mais discreta, por isso quase nada do encontro entre Kouchner e Uribe foi divulgado.

Nesta terça-feira (29) o chanceler se encontrará em Quito com o presidente do Equador, Rafael Correa, e amanhã terá uma reunião com o presidente venezuelano Hugo Chávez em Caracas.