O escritor Javier Cercas foi agraciado hoje com o Prêmio Nacional de Narrativa da Espanha por sua obra “Anatomia de um instante”, informou o Ministério da Cultura local.

O romance é um relato no meio do caminho entre a ficção e a realidade, sobre a tentativa de golpe de Estado ocorrida na Espanha em 23 de fevereiro de 1981. O prêmio de 20 mil euros (US$ 27,6 mil) reconhece a obra de um autor espanhol lançada durante o ano anterior.

Nascido em Extremadura, em 1962, mas vivendo na Catalunha, Cercas é colunista habitual na imprensa nacional e tem como destaque em sua obra literária “Soldados de Salamina”, uma vibrante história sobre a Guerra Civil da Espanha, que foi convertida em filme. O escritor peruano Mario Vargas Llosa qualificou “Soldados de Salamina” como “um dos melhores livros que havia lido em muito tempo”.