O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aprovou nesta segunda-feira a liberação de US$ 105 milhões para financiar os esforços humanitários no Chifre da África, numa tentativa de aliviar os efeitos da seca e da fome na região.

O anúncio da ajuda foi feito pelo secretário de Imprensa da Casa Branca, Jay Carney. De acordo com ele, o dinheiro será usado para financiar alimentos, abrigo, água e serviços de saúde e saneamento para os necessitados.

Até a semana passada, a fome afetava gravemente pelo menos cinco áreas do sul da Somália, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

A situação tem levado milhares de famílias desesperadas a tentarem uma perigosa e exaustiva caminhada da Somália até campos de refugiados no Quênia e na Etiópia, países estes que também são afetados pela pior seca em 60 anos no Chifre da África. As informações são da Associated Press.