A administração do presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou novos padrões de automóveis com objetivo de melhorar a eficiência no consumo de combustíveis e reduzir a emissão de gases que provocam o efeito estufa. A administração federal diz que a política vai acelerar o desenvolvimento de veículos híbridos e outros de tecnologia avançada.

O Departamento de Transportes e a Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) elaboraram como planejam preencher a meta do presidente Obama, declarada em maio, de ter todos os carros e caminhonetes vendidos nos EUA atenderem uma média de consumo de 15 km por litro, de uma média atual de 10 km por litro. Sob a nova regulamentação, as montadoras terão de fazer aperfeiçoamentos anuais na eficiência de consumo de combustível que conduzam a meta de 2016.

“Isto marca um avanço significativo em nosso trabalho para proteger a saúde e o ambiente e mover nosso país para uma economia do futuro sustentável e de consumo de energia eficiente”, disse Lisa P. Jackson administradora da EPA em uma entrevista coletiva à imprensa na Casa Branca, ao lado do secretário de Transportes, Ray LaHood.

Espera-se que os novos padrões custem à indústria automobilística mais de US$ 100 bilhões. O anúncio da administração dá a Obama evidências de ação de sua administração no combate à mudança climática, poucos dias antes de uma série de encontros em Washington e Nova York, no qual representantes das maiores economias do mundo vão discutir que passos seus governos estão dispostos a adotar para restringir as emissões de gases do efeito estufa. As informações são da Dow Jones.