Doze pessoas morreram e 83 ficaram feridas num ataque suicida com carro-bomba em frente à Embaixada da Índia, em Cabul. “A maioria dos feridos é de civis”, disse o porta-voz do Ministério do Interior do Afeganistão, Zemarai Bashary.

O atentado ocorreu por volta de 8h30 (hora local, 0h em Brasília) no distrito altamente vigiado da capital afegã onde se concentram prédios do governo e embaixadas. A área foi reduzida a destroços, com pedaços de corpos e bicicletas retorcidas ao longo de uma vasta extensão, além de uma enorme cratera no meio da rua, próximo ao prédio da embaixada indiana.

Um diplomata indiano que falou sob condição de anonimato disse que a embaixada era o alvo, como em julho do ano passado, quando outro atentado no local matou 60 pessoas. O embaixador da Índia no Afeganistão, Jayant Prasad, disse à TV indiana que nenhum cidadão indiano morreu no atentado, mas que alguns sofreram ferimentos leves, uma vez que as portas de vidro e as janelas estouraram, As informações são da Dow Jones.