A embaixada canadense no Cairo fechou as portas nesta segunda-feira por questões de segurança. A decisão aconteceu um dia depois de os britânicos também decidirem fechar a embaixada no país.

Os dois escritórios são vizinhos de porta na região central da cidade. A embaixada norte-americana, que fica a poucos metros dali, continua aberta.

Três oficiais de segurança do Egito afirmaram que prisões recentes revelaram um plano para atacar essas embaixadas, sequestrar estrangeiros e assassinar figuras públicas. Eles não deram mais detalhes sobre o plano.

Um quarto oficial afirmou que canadenses pediram por mais segurança e que todas as ruas nas proximidades da embaixada fossem fechadas. Autoridades egípcias garantiram mais reforço na segurança, mas não puderam fechar as ruas.

O Egito tem sido alvo de um série de ataques desde o golpe militar que depôs o presidente Mohammed Morsi. Nenhuma das embaixadas revelou quanto tempo permaneceriam fechadas. Fonte: Associated Press.