Funcionários dos governos do México e do Canadá reagiram com ceticismo aos comentários do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugerindo que ele não acreditava que um acordo para renegociar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês) fosse possível.

O peso mexicano se enfraqueceu em relação ao dólar nesta quarta-feira, após Trump ter dito que não acha que os EUA possam fazer um acordo. “Então, eu acho que vamos acabar, provavelmente, terminando o Nafta em algum momento. Eu, pessoalmente, não acredito que você possa fazer um acordo sem rescisão, mas vamos ver o que acontece.”

Mais cedo, o ministro de Relações Exteriores mexicano, Luis Videgaray, ressaltou que “estamos, claramente, vendo uma estratégia de negociação de um homem que tem negociado dessa maneira peculiar durante toda a vida. É uma estratégia agressiva, mas acho que não é uma surpresa… Ouvimos isso por muitos meses”.

Um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Canadá afirmou, em um comunicado, que o país continua focado na promoção do comércio entre EUA e Canadá. “As negociações comerciais geralmente têm momentos de retórica acalorada. Nossas prioridades permanecem as mesmas e continuamos trabalhando duro para modernizar o Nafta, apoiando milhões de empregos da classe média”, disse a declaração. Fonte: Dow Jones Newswires.