O governo britânico confirmou na noite de ontem que o Brasil não deu permissão para que um navio da Marinha Real da Grã-Bretanha atracasse no Rio de Janeiro, quando estava a caminho das ilhas Falkland (Malvinas), território britânico no Atlântico Sul que é reivindicado pela Argentina. Tabloides londrinos consideraram a atitude brasileira uma “provocação”.

“Podemos confirmar que o barco tinha previsto uma parada de rotina no porto do Rio de janeiro no começo deste mês”, informou um porta-voz da chancelaria britânica à agência Ansa. “Mas o Brasil não deu a autorização diplomática”, disse o porta-voz. Ele afirmou que o governo britânico respeita a decisão brasileira.

O governo britânico afirmou que suas relações com o Brasil permanecem sólidas. Em dezembro, o Uruguai, país que também apoia a reivindicação da Argentina sobre as Malvinas, não permitiu que um navio de guerra britânico se reabastecesse em Montevidéu. As informações são da Agência Ansa.