O sistema instalado pela British Petroleum (BP) para interromper um vazamento de petróleo passou por um teste ainda em andamento na noite de ontem, mostrando que uma válvula recentemente instalada pode ter a capacidade de conter o problema de vazamento no Golfo do México, afirmou o vice-presidente da companhia britânica Kent Wells na manhã de hoje, em teleconferência. Por enquanto, o fluxo de óleo vazando do poço Macondo continua temporariamente interrompido. O teste da válvula deve seguir até amanhã.

Antes do início desse teste havia o temor de que um problema na formação do poço pudesse provocar um novo vazamento. Caso a pressão na válvula fique muito baixa, esse será um sinal de que o poço está danificado e o petróleo vaza em outro ponto. De acordo com a empresa, se o atual sistema fracassar, há quatro embarcações disponíveis para coletar o óleo que vazar no Golfo do México. As informações são da Dow Jones.