Cerca de 45 mil pessoas estavam sendo retiradas de suas casas na cidade alemã de Koblenz neste domingo, antes do início dos trabalhos para desativar uma bomba da 2ª Guerra Mundial, disseram autoridades.

A bomba britânica de 1,8 tonelada foi descoberta no rio Reno após uma queda no nível da água. Ela deverá ser desativada ainda neste domingo.

As pessoas que moram em um raio de 1,8 quilômetro do local devem deixar suas casas, informou o Corpo de Bombeiros. Cerca de 2.500 policiais, bombeiros, médicos, pessoal técnico e autoridades municipais estão envolvidos na retirada das pessoas, a maior em Koblenz desde a 2ª Guerra.

Quase metade da população da cidade foi afetada. Dois hospitais, sete asilos, uma prisão e vários hotéis também foram esvaziados. Ruas foram fechadas, assim como a principal estação de trem.

A bomba britânica foi descoberta em 20 de novembro, junto com uma bomba norte-americana de 125 quilos que também será desativada neste domingo. Mais de seis décadas após a guerra, autoridades acreditam que ainda há cerca de 3 mil bombas enterradas abaixo apenas da capital Berlim. As informações são da Dow Jones.