As duas pessoas mortas em uma operação antiterrorista na cidade de Verviers planejavam um ataque iminente na Bélgica, afirmou hoje o porta-voz da Ministério Público federal.

Segundo o site do jornal belga Le Soir, o porta-voz do MP, Eric Van der Sypt, afirmou que uma série de ações policiais estavam sendo realizadas contra pessoas que haviam acabado de voltar da Síria. Em Verviers, uma das buscas terminou em ataque contra a polícia, que revidou. Além dos dois mortos, que portavam armas automáticas, uma terceira pessoa ficou ferida.

A agência estatal de combate ao terrorismo belga (Ocam, na sigla em francês) elevou para três o nível de alerta contra o terrorismo no país. O Estado anterior era 2. Segundo Van der Sypt, as buscas policiais começaram antes dos ataques ao jornal satírico Charlie Hebdo, na semana passada, e ainda estão acontecendo. (Marcelo Osakabe – marcelo.osakabe@estadao.com)