Um bebê coala fêmea, de 16 meses, foi vítima de um ataque a tiros no leste da Austrália. Ele passou por uma cirurgia ontem para retirar parte dos 15 projéteis que o atingiram. Veterinários tentam salvar o animal, batizado de Frodo, cujo estado é delicado. A mãe dele morreu no ataque. O autor dos disparos ainda não foi identificado.

A ministra de Sustentabilidade do Estado de Queensland, Kate Jones, condenou o ataque, qualificando-o como “doentio e cruel”. A autoridade lembrou que a pessoa responsável pode pegar dois anos de prisão e terá de pagar multas pesadas, caso seja identificada. As informações são da Associated Press.