O crescimento da economia chinesa se manterá alto, mas ?pode esfriar moderadamente? durante o ano, segundo um relatório publicado ontem pelo Banco Popular da China, o banco central do país. ?A economia será afetada pela desaceleração mundial e enfraquecida pela demanda externa e os desastres domésticos, como as nevascas dos meses de janeiro e fevereiro e o terremoto no sudoeste do país?, diz o documento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.