Um avião de passageiros da companhia russa Aeroflot que cumpria a rota Nova York-Moscou nesta quinta-feira teve de fazer um pouso de emergência na Islândia devido a uma ameaça de bomba, informou a própria empresa aérea.

“Durante o voo foi recebida uma ligação anônima avisando que havia explosivos a bordo, e o capitão da aeronave decidiu efetuar uma aterrissagem de emergência”, disse um porta-voz da Aeroflot citado pela agência “Interfax”.

O porta-voz acrescentou que o avião, um Airbus A330-300 com 200 pessoas a bordo, aterrissou sem problemas e que neste momento estão sendo vasculhadas a aeronave e a bagagem dos passageiros.

Fontes dos serviços aeroportuários de Moscou indicaram à “Interfax” que a ligação anônima dava conta de cinco malas com explosivos.