Cinco autoridades de segurança do alto escalão da Coreia do Norte foram executados com tiros antiaéreos, após relatórios falsos que “enfureceram” o líder norte-coreano Kim Jong Un, disse a agência de espionagem da Coreia do Sul nesta segunda-feira.

Os comentários do Serviço Nacional de Inteligência em uma reunião privada com legisladores. A agência disse que as cinco autoridades foram executadas por terem fornecido relatórios falsos a Kim Jong Un, disse o legislador Lee Cheol Woo. Não está claro se os relatórios falsos foram realmente feitos e a agência de inteligência não deu detalhes de como chegou até a essa informação.

O Chefe do Departamento de Segurança, Kim Won Hong, foi demitido em janeiro presumivelmente por causa de corrupção, abuso de poder e tortura cometidos por sua agência, disse Seul. Fonte: Associated Press