Ao menos quatro pessoas, incluindo o sequestrador, morreram no supermercado de Porte de Vincennes, em Paris, afirmaram dois policiais à Associated Press.

Os agentes não quiseram se identificar. Eles também não puderam informar sobre o paradeiro da mulher procurada pela polícia, que foi identificada como a companheira de Amedy Coulibaly, o sequestrador morto no supermercado. Coulibaly é o principal suspeito do tiroteio de Montrouge na quinta-feira que matou uma policial.

As forças policiais invadiram o mercado logo após uma outra invasão a uma gráfica nos arredores de Paris, onde os suspeitos de terem participado do massacre da revista Charlie Hebdo estavam escondidos. Nesta ação, o civil foi libertado e os outros dois suspeitos, mortos pela polícia. Fonte: Associated Press.