O sistema de transportes da Áustria enfrentava dificuldades, com o fluxo de imigrantes entrando no país, após a polícia fechar parcialmente uma rodovia que liga Viena à Hungria. O operador nacional de trens confirmou que os serviços ferroviários entre os dois países devem continuar suspensos.

A polícia austríaca disse que a rodovia A4 foi fechada, após centenas de imigrantes serem vistos andando por ela nas primeiras horas da manhã de sexta-feira. “Nós estamos tentando organizar um meio de transportar essas pessoas”, disse um porta-voz da polícia austríaca. “Mais e mais pessoas estão vindo e nós precisamos garantir que eles estejam em segurança.”

O porta-voz disse que a polícia está tentando organizar o transporte para levar os imigrantes. Os abrigos temporários da área estão em geral lotados e a maioria dos imigrantes quer continuar até Viena e então seguir para a Alemanha, acrescentou ele.

Na quinta-feira, um total de cerca de 8 mil imigrantes cruzou a fronteira entre a Hungria e a Áustria, segundo o porta-voz. É a segunda vez em menos de uma semana que as autoridades austríacas parcialmente a rodovia A4, para proteger os imigrantes do tráfego. No mês passado, a polícia austríaca encontrou os corpos de 71 pessoas mortas em um veículo abandonado na estrada.

O fechamento da via ocorre no momento em que a operadora austríaca ÖBB informou que os trens entre a Áustria e a Hungria continuarão suspensos até depois do fim de semana.

Na quinta-feira, autoridades húngaras detiveram 3.601 imigrantes, o maior número em um dia até agora. Neste ano, 179.077 pessoas entraram na União Europeia através da passagem entre a Hungria e a Áustria. Fonte: Dow Jones Newswires.