Dois agentes da Guarda Civil espanhola morreram hoje em uma explosão ocorrida em frente a um alojamento da polícia em Mallorca, disse um porta-voz da corporação. O alojamento onde ocorreu a explosão fica na localidade de Palmanova. Um porta-voz do governo regional das Ilhas Baleares afirmou que diversas pessoas ficaram feridas, mas não forneceu mais detalhes sobre o atentado.

A ministra da Saúde, Trinidad Jiménez, disse por meio de um breve comunicado, que todos os indícios apontam para uma nova ação do grupo separatista Pátria Basca e Liberdade (ETA). Ontem, a explosão de um carro-bomba diante de um alojamento da polícia no norte da Espanha deixou 60 pessoas feridas e causou extensos danos materiais. O atentado também foi atribuído ao ETA.