Ataques suicidas do Estados Islâmico e confrontos entre o grupo extremista e tropas do Iraque deixaram 13 soldados mortos na província de Anbar, no oeste do país, afirmaram nesta quarta-feira militares e agentes de segurança.

De acordo com as fontes, os ataques envolveram pelo menos dois suicidas que tinham como alvo um posto militar na instável província, que caiu sob o controle do Estado Islâmico durante um avanço do grupo no ano passado. As fontes disseram que o local abrigava um contingente de soldados e policiais iraquianos e milicianos sunitas aliados.

Outros 13 soldados ficaram feridos nos ataques, os mais recentes a atingir as forças iraquianas que tentam retomar territórios do Estado Islâmico na região. As fontes pediram anonimato, pois não tinham autorização para falar com a imprensa. Fonte: Associated Press.