Militantes do Taleban detonaram neste domingo um carro-bomba nas imediações de um escritório da inteligência afegã perto da capital Cabul e, na sequência, tentaram atacar o local com armas, disseram funcionários e o grupo insurgente. Pelo menos quatro soldados que faziam a ronda do complexo e seis militantes morreram e cerca de 150 pessoas ficaram feridas.

Também neste domingo, autoridades afegãs informaram que um ataque aéreo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) matou 15 pessoas – nove civis, entre elas mulheres e crianças – em uma remota província a leste do país onde o Taleban tem força. A Otan disse que dez militantes morreram no ataque e que não havia informações de baixas civis.

Ambos os incidentes deixam claro a insegurança no Afeganistão após as forças estrangeiras lideradas pelos Estados Unidos reduzirem sua presença no país e passarem mais responsabilidades às tropas afegãs. O ataque dos militantes do Taleban, por exemplo, ocorreu em Maidan Shahr, uma cidade a leste da província de Wardak que fica a apenas 40 quilômetros de Cabul. Fonte: Associated Press.