Militantes do Boko Haram teriam assassinado dezenas de pessoas na região nordeste da Nigéria, disseram testemunhas nesta sexta-feira.

“Nós contamos 37 corpos, a maioria de mulheres, crianças e idosos, todos carbonizados”, disse Ibrahim Kolo, que também disse ter tentado conter o ataque da milícia.

No mês passado, o presidente Muhammadu Buhari prometeu eliminar a ameaça do Boko Haram. Ontem, ele prometeu dar US$ 100 milhões para formalizar uma coalizão multinacional militar para perseguir o grupo extremista, que atua na fronteira do país com o Chad, o Níger e Camarões. O governo do Benin também se juntou ao esforço, que soma cerca de 8.700 soldados. Fonte: Associated Press.