Um ataque aéreo da coalizão liderada pelos Estados Unidos atingiu um posto de controle do Exército afegão nesta terça-feira (21) matando nove soldados e ferindo três, afirmaram funcionários afegãos. O ataque atingiu um posto na área de Sayed Kheil, na província de Khost, leste do país, afirmou o governador provincial Arsallah Jamal. Os EUA afirmaram que suas forças “podem ter acidentalmente matado e ferido” soldados afegãos.

As forças norte-americanas qualificaram o fato como um caso de erros sobre a identidade “em ambos os lados”. Segundo o comunicado da coalizão, um comboio voltava de uma operação quando houve o incidente com os soldados do Exército afegão. O principal porta-voz das tropas dos EUA no Afeganistão, coronel Greg Julian, disse que haverá um encontro entre funcionários norte-americanos e afegãos para tratar do caso.

Jamal afirmou que as operações dos EUA na área já duravam uma semana e que o ataque atingiu um posto fixo. Incidentes de fogo amigo já aconteceram antes. Em junho de 2007, a polícia afegã confundiu tropas dos EUA com milicianos do Taleban e abriu fogo. As tropas norte-americanas responderam, e o incidente terminou com sete policiais afegãos mortos. No mês passado, um incidente semelhante terminou com a morte de dois soldados dos EUA.