Um assaltante não identificado lançou ácido em um movimentado distrito comercial de Hong Kong, ferindo 24 pessoas, incluindo uma criança de 4 anos, informou a polícia local nesta terça-feira. Esse foi o terceiro ataque com ácido na região nos últimos seis meses. Somados, os três ataques já deixaram cem feridos. Segundo a polícia, a garrafa de líquido corrosivo foi lançada ontem à noite em uma multidão no distrito de Mong Kok. Nenhuma das vítimas, com idade entre 4 e 49 anos, ficou seriamente queimada.

Donald Tsang, chefe do Executivo de Hong Kong, condenou o ataque, afirmando que ele foi cometido “à sangue frio e com maldade”. Tsang também chamou o assaltante de “escória da sociedade”. Investigadores anunciaram uma recompensa equivalente a US$ 116.097 dólares por informações que levem até o assaltante. De acordo com o superintendente da polícia, Edward Leung, é possível que os três ataques com ácido tenham sido realizados pela mesma pessoa.

Em maio, na mesma rua em que ocorreu o ataque de segunda-feira, 30 pessoas sofreram queimaduras quando duas garrafas plásticas com ácido foram jogadas em uma multidão. Em dezembro de 2008, outras 46 pessoas ficaram feridas em ataque semelhante nas proximidades.