Arqueólogos descobriram no Peru as ruínas de um templo antigo, uma estrada e sistemas de irrigação em uma fortaleza de onde é possível avistar a capital do Império Inca, Cuzco. A informação foi divulgada por pessoas envolvidas nos trabalhos. O templo, na periferia da fortaleza de Sacsayhuaman, inclui 11 quartos projetados para manter múmias e ídolos, segundo o chefe da equipe de arqueólogos, Oscar Rodriguez. O grupo responsável pelas descobertas acredita que as estruturas foram construídas antes do Império Inca. Eles afirmaram que estas são obras grandes e bem desenvolvidas.

"(As descobertas) são tanto das culturas inca e pré-inca, elas têm uma seqüência", avaliou Washington Camacho, diretor do Parque Arqueológico Sacsayhuaman. "Os incas entraram e mudaram a forma do templo, que inicialmente tinha uma arquitetura mais rústica." Os pesquisadores ainda aguardam o resultado dos testes com carbono para datar as descobertas. Segundo Camacho, os cálculos já feitos são apoiados em referências históricas, como a presença de cerâmicas e o estilo de construção.

O Império Inca, sediado na cidade antiga de Cuzco, floresceu ao longo da fronteira oeste da América do Sul durante o século XV, antes da chegada dos espanhóis na região. As escavações, iniciadas em junho de 2007, são realizadas pelo Instituto Cultural Nacional de Cuzco. Os trabalhos devem durar mais cinco anos, segundo Camacho.