A empresa aérea Austrian Airlines retomou seus voos para Bagdá hoje, após interrupção de 21 anos, tornando-se a primeira grande companhia ocidental a ter voos regulares para a capital do Iraque.

Um avião da empresa austríaca pousou na tarde de hoje (horário local) em Bagdá, deixando passageiros provenientes de Viena e levando passageiros de volta para a Áustria. A decisão da companhia deve ajudar a seduzir investidores internacionais. Várias empresas aéreas ocidentais expressaram interesse em iniciar uma rota para Bagdá, mas os voos não haviam sido retomados.

A empresa disse em comunicado que terá três voos semanais. A Austrian Airlines começou a voar para Bagdá em 1982, mas parou em 1990 por causa da primeira Guerra do Golfo. A empresa já opera na cidade de Irbil, no norte do país, com seis voos semanais. Irbil é muito mais segura do que a capital.

Muitas empresas regionais têm voos para a capital iraquiana, dentre elas a Etihad Airways, de Abu Dabi, e a turca Turkish Airlines, mas até agora não havia voos diretos entre Bagdá e Europa Ocidental. A Nordic Airways, sediada na Suécia, iniciou voos comerciais para Bagdá a partir de Copenhague (Dinamarca) em janeiro de 2009, mas a licença de operação foi revogada naquele mesmo mês.

No ano passado, a alemã Lufthansa adiou o início da rota entre Munique e Bagdá, citando falta de interesse dos passageiros. A companhia já retomou seus voos para Irbil e disse que se prepara para iniciar voos para Bagdá quatro vezes por semana. A francesa Aigle Azur realizou um voo inaugural no segundo semestre do ano passado. O voo cerimonial deveria ser seguido por voos regulares neste ano, mas isso nunca aconteceu. As informações são da Associated Press.