Evo Morales acaba de renunciar à presidência da Bolívia. O anúncio foi feito pela televisão, em rede nacional, por volta das 18h deste domingo (10). Morales estava no poder do país há quase 14 anos. “Renuncio a meu cargo de presidente para que (Carlos) Mesa e (Luis Fernando) Camacho não continuem perseguindo dirigentes sociais”, disse.

Pela manhã, ao mesmo tempo em que chefes das Forças Armadas e da oposição pediram para que ele deixasse o cargo, o ex-presidente usou a rede nacional para convocar novas eleições, após uma auditoria da Organização dos Estados Americanos ter detectado inúmeras irregularidades nas eleições de 20 de outubro.