Líderes políticos da oposição argentina rechaçaram hoje uma proposta do candidato conservador Mauricio Macri, de desenhar um programa conjunto para derrotar os governistas nas eleições presidenciais de 23 de outubro.

“É um despropósito pensar que a lista de temas gerais que sugere Macri seja uma proposta programática séria”, disse o pré-candidato à presidência Ricardo Alfonsín, da União Cívica Radical (UCR).

Macri e Alfonsín disputam o segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. Em primeiro lugar, está a presidente Cristina Fernández de Kirchner, que tentará a reeleição pelo Partido Justicialista (peronista). As informações são da Associated Press.