O ministro da Economia da Alemanha, Philipp Roesler, é contrário aos credores soberanos participarem do pacote de ajuda à Grécia, de acordo com um artigo que será publicado nesta segunda-feira no jornal Tagesspiegel. “Os credores soberanos já estão fazendo uma enorme contribuição para resolver a crise”, disse Roesler. O ministro estava respondendo a questão sobre a posição dos credores soberanos como o Banco Central Europeu em relação ao seu envolvimento com a redução da dívida da Grécia.

O primeiro ministro grego, Lucas Papademos, iria se encontrar neste domingo com líderes partidários para pedir apoio para as reformas que assegurariam mais recursos do Fundo Monetário Internacional e da União Europeia para a Grécia. As informações são da Dow Jones.