O aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do Irã, defendeu o presidente Mahmoud Ahmadinejad. Durante as orações desta sexta-feira (19), Khamenei rechaçou os políticos que fazem críticas a Ahmadinejad. Tanto os conservadores quanto os reformistas aumentaram o tom das críticas ao presidente nos últimos meses. Eles acusam Ahmadinejad de ter feito mais coisas ruins que boas durante seus três anos no poder.

Ahmadinejad foi alvo de críticas recentemente por se recusar a demitir o vice-presidente Esfandiar Rahim Mashai, que disse que os iranianos são amigos dos israelenses. Parlamentares iranianos recolhem assinaturas para que o presidente seja questionado na Justiça sobre os comentários do vice.