Adriano afirmou que vai pedir conselhos a seu amigo uruguaio Alvaro Recoba para conhecer os pontos fortes e fracos do Nacional do Uruguai, time que o São Paulo enfrentará na Copa Libertadores.

Recoba, ex-jogador da Inter e atualmente em Turim, é "o informante pessoal do Imperador brasileiro", segundo publicou na sexta-feira (25) o jornal italiano Gazzetta dello Sport.

São Paulo visitará o Nacional na próxima quarta-feira (30) no jogo de ida pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Adriano também comentou sua intenção de voltar no próximo mês de junho a vestir a camisa da Inter, clube com o qual o jogador tem contrato vigente até junho de 2010.

"Eu tenho grande respeito pelo presidente Massimo Moratti, que me disse que no final do empréstimo me esperaria com os braços abertos, se eu considerar que isso é o melhor para mim. Acho que ele está feliz com o andamento das coisas", afirmou o atacante.

Adriano confessou também que voltar à Itália é "um desafio" porque implica em "obrigar" o técnico da Inter, Roberto Mancini, a fazê-lo jogar.

"Não tenho nada contra Mancini. Apenas disse que esperava que me ajudasse mais em meu pior momento. Se estou bem, não creio que ele possa me deixar no banco para sempre", alfinetou.

Adriano tampouco descartou a possibilidade de voltar à selação brasileira. "Nunca deixei de pensar no meu retorno. Eu estou pronto, severá ser o treinador quem decidirá o momento certo. Não precisa de meus conselhos", afirmou.