O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), suspendeu por 30 dias, as manifestações no Rio Grande do Sul. A trégua com o Governo do Estado, foi anunciada durante reunião entre o movimento e o Secretario da Reforma Agrária no Estado, Vulmar Leite.

Segundo o líder do MST gaúcho, Mário Lill, entre as ações que serão paralizadas estão a greve de fome que ocorre na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-RS),em Porto Alegre, e a desocupação do prédio da Secretaria de Reforma Agrária do Estado.