O Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro informou nesta segunda-feira (07) que ajuizou uma ação civil pública, na Justiça do Trabalho do Rio, para responsabilizar a VarigLog pelo pagamento das verbas rescisórias e dos salários atrasados dos 5.500 trabalhadores da companhia que estão sendo demitidos.

A intenção de entrar com ação já havia sido comunicada pelo procurador do Ministério, Rodrigo Carelli, na sexta-feira passada.