Para evitar que o projeto de federalização dos Portos de Paranaguá e Antonina resulte na privatização dos portos paranaenses, começou em todo o Paraná o movimento ?O Porto é Nosso?. Em todos os municípios paranaenses deputados estaduais, em parceria com prefeitos, estão com listas com abaixo-assinados para que a população apóie a luta contra o projeto de federalização aprovado na Câmara.

Para sustar o projeto que tramita no Senado, o deputado Rafael Greca organizou uma barraca na Boca Maldita para que a população possa assinar o manifesto que repudia o projeto de federalização que, segundo o governador Roberto Requião, é um perigoso caminho para a privatização. A barraca funcionará a partir de quarta-feira, dia 20, das 10h às 19h.

No dia 30, em Paranaguá, o deputado e diversas lideranças participam de um Ato Público em defesa dos portos estaduais. Greca informou que o vereador parnanguara, Alceu Maron Júnior irá engrossar a luta do governador em favor dos portos. ?Eu peço o apoio de todos os colegas parlamentares para que ajudem a divulgar o manifesto por todo o estado?, solicitou.

As ações junto à comunidade para a manutenção da administração estadual nos portos são consideradas muito importantes pelo deputado estadual Zé Maria. Ele enfatiza que o Porto de Paranaguá serve aos interesses do Brasil, mas em primeiro lugar ,aos interesses do agronegócio paranaense. Zé Mara inicia a mobilização popular no município de Ibiporã.

A deputada estadual Elza Correia inicia o movimento em Londrina. Ela faz duras críticas ao projeto de federalização e privatização. ?O Porto é um patrimônio nosso e nunca foi tão bem administrado, com transparência, ética e lisura. Isso está incomodando vários setores que gostariam que o Porto continuasse como na gestão passada: era a ?Farra do Boi?, compara.

Elza elogia a postura de Requião em lutar para que o os portos continuem nas mãos dos paranaenses. ?O governador está cumprindo as suas responsabilidades e compromissos com muita coragem e determinação. Quanto à transgenia, o seu papel, especialmente no que se refere ao Porto de Paranaguá, deveria ser aplaudido. Trata-se de um compromisso com o bem-estar do povo do Paraná e do Brasil?.

Além de defender o movimento em prol do Porto de Paranaguá, o líder do PMDB na Assembléia Legislativa, deputado estadual Antonio Anibelli, é mais um inconformado com a postura dos parlamentares que querem federalizar os portos. ?A regra no Brasil passou a ser o roubo e alguns deputados federais do Paraná estão querendo roubar o porto público do Paraná para uma quadrilha privada?, acusou.

Anibelli está confiante na reação do povo paranaense na luta em favor do Porto. ?Tenho certeza de que o povo do Paraná mostrará sua garra e sua força unida ao governador Requião para preservar o que é um exemplo de administração pública. Não deixaremos que os interesses pessoais e particulares se sobreponham ao interesse público?, afirmou. O deputado já começou o abaixo-assinado hoje, no município de Reserva aproveitando a presença do governador que inaugurou obras na região.

Os parlamentares estaduais, Dobrandino da Silva, Ademir Bier, Alexandre Curi, Kleiton Kielse, Delegado Bradock, Artagão Júnior e Nereu Moura devem iniciar a campanha de divulgação dos abaixo-assinados a partir de segunda-feira, abrangendo todas as regiões do estado.

Dobrandino, líder do governo na Assembléia, inicia o movimento em Foz do Iguaçu, Alexandre Curi na região central, e Ademir Bier, em Marechal Cândido Rondon, região oeste. ?Assim como o caso da Copel e a Sanepar, vamos lutar com o governador Requião contra a venda do patrimônio do estado?, afirmou Bier.