São Paulo – Com a chegada nesta quarta-feira (16), às 9 horas, de mais um avião no aeroporto internacional de Guarulhos (SP), com 270 pessoas, o Ministério das Relações Exteriores encerrou as operações de resgate de brasileiros e estrangeiros no Líbano.

Ao todo, a missão diplomática e humanitária trouxe ao Brasil 3.220 pessoas, entre brasileiros, libaneses com cônjuges ou parentes no país e estrangeiros de diferentes nacionalidades. De acordo com a assessoria de imprensa do ministério, foram trazidos cerca de 350 estrangeiros.

Entre os passageiros que desembarcaram hoje, vieram 70 estrangeiros, dos quais 57 libaneses, cinco argentinos, cinco paraguaios e três colombianos. A aeronave da Varig partiu na noite de ontem de Adana, na Turquia e fez escala técnica em Recife (PE).

Desde o dia 18 de julho, quando houve o primeiro vôo da Força Aérea Brasileira (FAB), até esta quarta-feira, foram feitas 17 viagens: 13 em aeronaves da FAB e quatro pelas companhias privadas TAM, Gol, BRA e Varig.

Foram atendidos também pelo governo brasileiro cidadãos da Argentina, Colômbia, Bolívia e Paraguai, entre outros países, alguns dos quais não têm embaixadas no Líbano ou na região, e que não conseguiam organizar comboios por terra ou viabilizar vôos. Segundo o ministério, o trâmite desses estrangeiros, em geral, foi sumário, ou seja, com embarque no primeiro vôo a seus países de destino.