Recebida na Embaixada do Brasil em Paris, a comitiva empresarial e governamental paranaense liderada pelo governador Roberto Requião abriu os eventos da ?Semana do Paraná na França?. Com a presença de representantes da Câmara de Comércio e Indústria de Paris e da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi) – instituição que promove oportunidades de desenvolvimento industrial em países emergentes – o governador apresentou o Paraná para um público de 120 pessoas.

?Esta missão vai aproximar empresas européias e paranaenses através da organização de encontros de negócios, programas de transferência de tecnologia e parcerias estratégicas?, disse o governador do Paraná. ?Com 45 empresários de diversos setores industriais e líderes de entidades estaduais, municipais, acadêmicos, de saúde e tecnologia, esta é a hora de abrir novas portas e ampliar nossas exportações para a França que, em 2004, chegaram a US$ 425 milhões?, afirmou.

Ao lado de Requião, representantes de entidades como a Petrobrás, a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) também ouviram do governador as oportunidades de negócios que o Paraná pode estreitar com a França. Requião disse que o Paraná tem grande potencial agroindustrial, é o maior produtor de orgânicos do Brasil e conta com o maior porto graneleiro do mundo.

O secretário da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira Filho, acrescentou que o governo do Paraná quer proporcionar às empresas de pequeno e médio portes novos meios para inserção no mercado europeu. ?Vamos incrementar o número de empresas integradas neste intercâmbio e também o número de produtos comercializados?, afirmou.