O ministro das Comunicações, Hélio Costa, anunciou nesta segunda-feira (7) "um acordo de cavalheiros" com as empresas concessionárias de telefonia fixa para ofertar, a partir de julho, um plano alternativo, mais barato, de acesso à internet por discagem. O custo do plano, segundo o ministro, será de R$ 7,50 mensais para os clientes, que terão direito, nos 30 dias, a 600 minutos de acesso.

Hélio Costa informou ainda que todas as pessoas que tenham um plano básico de telefonia terão direito ao novo serviço, que terá que ser solicitado. "As empresas terão que submeter o novo serviço à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mas já temos assegurado que ele deverá ser aprovado", disse o ministro.

Antes de anunciar o acordo, Costa esteve reunido com representantes das empresas de telefonia fixa Telemar, Brasil Telecom, Telefônica, Sercontel e CTBC, além de dirigentes da Associação Brasileira das Concessionárias de Telefonia Fixa (Abrafix).