Brasília – O ministro da Previdência, Amir Lando, está reunido com representantes dos aposentados e entidades sindicais para discutir a correção das aposentadorias que não foram reajustadas de março de 1994 a fevereiro de 1997, durante o governo Itamar Franco. Um milhão e 800 mil pessoas tem direito à correção, que terá um custo de R$ 12,3 bilhões, com pagamentos atrasados. O ministro já adiantou que pretende parcelar os atrasados e atualizar os valores das aposentadorias ainda este ano. Na reunião ele deverá apresentar esta proposta, que será levada pelas lideranças dos aposentados para discussão com as bases.