A partir da semana que vem o ministro das Comunicações, Miro Teixeira, vai começar a chamar as empresas do setor de telefonia para negociar os contratos em vigor e que vão completar 12 meses sem reajuste. O ministro quer evitar que seja repassado ao consumidor reajuste de 34%, meta para o IGP-DI (Indice Geral de Preços) até junho deste ano. O indice é utilizado para reajustar a telefonia fixa, que pode aumentar os preços depois de um ano de assinatura do contrato com a Anatel. O ministro disse que vai respeitar os contratos assinados até 2005, mas que a partir de 2006 não haverá mais indexação pelo IGP-DI.