O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim foi recebido hoje em audiência pelo Papa João Paulo II, no Vaticano. Ele entregou ao Papa carta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na qual afirma que o Brasil compartilha da preocupação da Santa Sé com a situação da guerra entre os Estados Unidos e o Iraque.

No documento, Lula destaca que a comunidade internacional está particularmente necessitada de autoridade moral e liderança espiritual e o Papa tem papel extremamente importante a desempenhar na retomada do diálogo sobre o futuro do Iraque e na reorganização de uma ordem mundial fundada na tolerância, na solidariedade e no respeito ao direito internacional. Lula ressalta na carta as ações da Santa Sé e o envolvimento do Papa na busca de solução pacífica para a crise do Iraque.