A ministra delegada para o Comércio Exterior da França, Christine Lagarde, afirmou nesta segunda-feira (5) que a construção de usinas nucleares no Brasil, na avaliação do governo francês, é positiva do ponto de vista comercial. De acordo com a ministra, os projetos em desenvolvimento pelo Brasil nesse campo são bem-vindos para a França. No último final de semana, a ministra visitou as usinas nucleares de Angra 1 e 2 no Rio de Janeiro.

De acordo com ela, "tanto a EDF quanto a Areva são empresas campeãs nesse ramo de atividade (setor de energia)". Segundo a ministra, a Areva está acompanhando-a em sua visita ao Rio de Janeiro e, na segundo Christine, "essa empresa está manifestamente interessada nessa operação, ou seja, na possível construção de novas usinas nucleares no Brasil". "Cabe agora à Areva e outras operadoras que também se interessarem responderem às questões mais técnicas que possam surgir", disse.

A ministra informou que pelo menos um membro do vice-ministério de Comércio da França já disse que se tratava de "um projeto tangível" a construção de Angra 3. "Eu fico feliz (com o interesse do governo francês pelo projeto), mas agora cabe ao Ministério de Minas e Energia prosseguir com as negociações". A ministra concedeu nesta segunda-feira palestra sobre globalização na Federação das Indústrias do Estado do Rio.