O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, disse que o setor privado está se somando ao setor público nas ações de erradicação da febre aftosa no país. "Os exportadores de carnes já estão atentos ao assunto e nos próximos dias teremos reuniões em Brasília para agilizar uma Parceria Público-Privada (PPP) voltada para a Defesa Sanitária Animal."

"O grande beneficiário das exportações não é o governo. O governo não exporta. Quem exporta é o produtor," completou o ministro. Segundo ele, a parceria aumenta o volume de recursos disponíveis, principalmente após o contingenciamento dos recursos do ministério de aproximadamente R$ 108 milhões.