O aumento de R$ 30 no valor do salário mínimo vai injetar uma renda extra de quase R$ 1,3 bilhão por mês na economia a partir de maio, ajudando a sustentar a recuperação do mercado interno. Em um ano, o incremento chega a R$ 16,8 bilhões, estima o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Desde domingo, o salário mínimo vigente no País passou de R$ 350 para R$ 380, mas o novo valor só começa a ser pago no início do mês que vem, quando aposentados e trabalhadores recebem os benefícios e salários referentes a abril.

O reajuste , oficializado por medida provisória publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira, foi de 8,57%. Esse número representa ganho real estimado em 5,25%, descontada a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no período de 12 meses até março, cuja taxa ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).