Metalúrgicos de quatro empresas localizadas na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) ameaçam parar amanhã por falta de acordo com o sindicato patronal. São elas: ABS Bombas, Kvaerner, Perfecta e Haas do Brasil.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, Sérgio Butka, não houve acordo com o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado do Paraná (Sindimetal-PR) – sindicato patronal. No final da tarde de hoje, estavam em negociação a AAM e a Trox. Nas seis empresas, além da Molins, acontecem assembléias de trabalhadores amanhã pela manhã. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)