enkontra.com
Fechar busca

Notícias

Metalúrgicos fecham 19 acordos salariais no 1º dia de greve

  • Por Jornalista Externo

Os metalúrgicos da região metropolitana de São Paulo conseguiram fechar 19 acordos para reposição salarial com as empresas no primeiro dia de greve. A paralisação foi organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Mogi e Região, ligado à Força Sindical.

Os acordos fechados garantem uma reposição de 10% dos salários a título de antecipação e beneficiam cerca de 8.100 trabalhadores. Os 10% serão pagos para os salários até a faixa de R$ 1.200. Salários acima desse valor receberão um fixo de R$ 120. A reposição entrará em vigor a partir de 1º de abril.

Os metalúrgicos solicitaram a antecipação do reajuste da data-base, que acontece em novembro. Segundo eles, a alta da inflação dos últimos quatro meses corroeu os salários. Os 10% repõem as perdas com a alta dos preços.

Nesta manhã, segundo a Força, cerca de 23 mil metalúrgicos paralisaram a produção em 40 fábricas na região metropolitana de São Paulo. Hoje, a partir das 17h, a diretoria do sindicato vai se reunir para fazer uma avaliação do 1º dia de greve e definir as empresas que vão ser paralisadas amanhã, dia 27.

Entre as empresas que fizeram acordo estão a Lousano Laminação de Metais, a Estamparia Aratell, Indústria Mecânica São Carlos, Indústria Eletro Mecânica Linsa.

A Lopsa, com cerca de 350 funcionários fechou acordo sem que os trabalhadores fizessem greve. Outras empresas que ofereceram a reposição sem que houvesse greve foram a Supergauss Produtos Magnéticos Ltda, Fábrica de Máquinas Famasa Ltda, Indústria Metalúrgica Fontamac Ltda.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas