Em uma decisão tomada agora à tarde, os 2.500 metalúrgicos da montadora Wolkswagen/Audi, localizada em São José dos Pinhais, decidiram retomar a greve, que havia encerrado na sexta-feira, por tempo indeterminado.

O motivo do retorno da greve foi o recurso que a empresa ganhou no Tribunal Superior do Trabalho (TST), anulando a descisão do TRT, que determinava o pagamento pelos dias parados e o pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) no valor de R$ 2.950,00.