A expectativa de que o Copom (Comitê de Política Monetária) possa novamente promover uma queda na taxa básica de juros, atualmente em 24,5% ao ano, fez com que o mercado reduzisse a estimativa da taxa Selic para o final deste ano de 20% para 19,8%. Para 2004, também foi projetada uma queda, de 15,80% para 15,50%, de acordo com pesquisa semanal realizada pelo Banco Central.

Depois de uma alta na semana passada, as expectativas para a inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), nos próximos 12 meses também voltaram a cair. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)