O mercado de cartões de crédito deverá movimentar R$ 159,4 bilhões em 2006, mostrando crescimento de 25% em relação ao ano anterior. O volume de transações será realizado pelos 76,6 milhões de plásticos estimados para o final do período.

Para atingir as estimativas, os dois últimos meses de 2006 contarão com avanços superiores a 25% em relação ao mesmo período de 2005. Em novembro, as transações deverão somar R$ 14 5 bilhões, com expansão de 26,2% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já o mês de dezembro deverá contar com o maior volume de operações da história do mercado de cartões de crédito no Brasil, com R$ 18,1 bilhões (25,3% superior a dezembro de 2005).

Os dados fazem parte do estudo "Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento", realizado mensalmente pela área de cartões do Banco Itaú. Segundo o diretor de Marketing de Negócios do Banco, Fernando Chacon, "este é um crescimento notável, especialmente se considerarmos que ele vem na seqüência de outro ano com forte evolução". Em 2005, o mercado já havia apresentado avanço de 27,1% em volume de transações, se comparado ao ano passado, o maior crescimento do mercado desde 1996.

Em outubro, os cartões de crédito movimentaram R$ 14 bilhões, 23 4% a mais que no mesmo período do ano anterior. O resultado foi obtido através das 156 milhões de transações realizadas pelos 73 7 milhões de plásticos, com tíquete médio de R$ 90.