A melhoria do atendimento à população é a prioridade do novo secretário executivo do Ministério da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, que tomou posse hoje (9). "Os nossos serviços constrangem a sociedade. Quando um segurado tem que chegar um dia antes e dormir numa fila, isso é constrangimento. Então, esse tem ser o nosso foco: a melhoria da prestação dos nossos serviços", disse Gabas.

O novo secretário destacou que a função principal da Previdência é garantir a redistribuição de renda. "Eu estou há 20 anos na Previdência e, nos últimos anos, é que fui compreender a grandiosidade que é essa política social que leva a milhões de brasileiros a subsistência, a alimentação, a garantia do arroz e do feijão", afirmou.

Por isso, disse Gabas, a superação do "déficit social" da Previdência é mais importante do que a do déficit financeiro. "A Previdência não pode mais ser manchete de jornal com velhinho estendendo colchão, cobertor em porta de agência na noite anterior para poder buscar o atendimento no outro dia", afirmou Gabas. Ele ressaltou que a melhoria dos mecanismos de arrecadação é importante para garantir o funcionamento da Previdência. "Mas nós não existimos para isso (para arrecadar). Isso é meio", explicou.

Segundo o secretário executivo, a administração da Previdência é fragmentada, com cada funcionário fazendo sua parte sem se preocupar com a totalidade do trabalho. "A
Previdência tem que trabalhar como uma organização que tem uma finalidade, e todos trabalharem para essa finalidade", afirmou. Ele destacou que os recursos são escassos e que é preciso trabalhar com criatividade para administrar o dinheiro disponível. "Aliás, essa Casa é uma ?fartura?: ?farta? tudo, como se diz lá no interior", brincou.

O ministro da Previdência, Nelson Machado, destacou que o novo secretário executivo tem grande experiência na área previdenciária. "Gabas é um funcionário que conhece muito a Previdência nesses longos anos. Isso é importante, porque a nossa visão é que só podemos construir uma Previdência Social forte e capaz de cumprir a sua missão se efetivamente trabalharmos em equipe", afirmou o ministro.

Gabas é bacharel em Ciências Contábeis e ocupava o cargo de superintendente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em São Paulo desde 2003. Ele foi admitido no quadro de servidores do INSS por concurso público, em 1986, na cidade de Araçatuba (SP). Ex-diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência, Gabas foi também coordenador de qualidade do Programa de Qualidade do Serviço Público do Ministério do Planejamento.