A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC) vai investir, nos próximos quatro anos, R$ 24 milhões em projetos de ampliação da interação científico-acadêmica de instituições de ensino superior. Neste ano, serão R$ 6 milhões, e o período de envio de propostas à instituição começou no início deste mês e vai até 14 de outubro.

O lançamento do edital, na semana passada, faz parte das ações para a implementação do Plano Nacional de Pós-graduação 2005-2010, que tem como metas melhorar a qualidade dos cursos novos e aumentar o número de doutores no país. O Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (Procad) está dividido em duas modalidades. A primeira é para projetos de implantação de redes de cooperação que fortaleçam cursos de pós-graduação, núcleos ou grupos de pesquisa. Na segunda categoria, as propostas apresentadas deverão criar redes nacionais de cooperação acadêmica entre programas já consolidados. Os projetos selecionados receberão bolsas de mestrado, doutorado, auxílio moradia e passagens aéreas.